Red Tape

redtape

Les Levine
Red Tape
Columbia Books on Architecture and the City, 2016
128 p.
ISBN: 9781941332252

No verão de 1970, o artista Les Levine chegou à Universidade de Toronto para participar da instalação de obras específicas do local no pátio diante da Hart House ( centro de atividade estudantil) da universidade. A peça pretendida – materiais de construção pendurados em cordas de alta tensão entre os edifícios do campus – foi rapidamente bloqueada quando Levine encontrou uma série de impedimentos burocráticos por parte do pessoal da universidade. O que se seguiu foi jogado no conceito conceitual que o artista havia imaginado para o projeto. Ao comparar a correspondência, as transcrições telefônicas e a documentação visual do eventual processo de instalação, Levine usou o trabalho para demonstrar como a própria universidade funcionava como um sistema. A Red Tape publica pela primeira vez este projeto, que existia apenas como um dossiê no arquivo do artista.

In the summer of 1970, the artist Les Levine arrived at the University of Toronto to take part in the installation of site-specific work on the quadrangle in front of the University’s Hart House. The intended piece—construction materials hung from high-tension rope between campus buildings—was quickly stymied as Levine encountered a series of bureaucratic impediments on the part of the University staff. What ensued was played into the conceptual conceit the artist had envisioned for the project. By collating the correspondence, telephone transcripts, and visual documentation of the eventual installation process, Levine used the work to demonstrate how the university itself functioned as a system. Red Tape publishes this project, which had existed only as a dossier in the artist’s archive, for the first time.

https://cup.columbia.edu/book/red-tape-a-new-work-by-les-levine-1970/9781941332252
https://mtwtf.com/arthur-ross-architecture-gallery

Anúncios

Une Seconde d’Éternité

marcel

Marcel Broodthaers
Une Seconde d’Éternité
Koenig Books, 2016
160 p.
12 x 7 cm.
ISBN: 9783863358075

Em 1970, o artista e poeta belga Marcel Broodthaers (1924–1976) criou vários filmes – incluindo “Une Seconde d’Éternité d’après une idée de Charles Baudelaire” – ou “A Second of Eternity According to an Idea of Charles Baudelaire”, na qual ele atualizou as idéias de criatividade e narcisismo dos poetas do século XIX para a era do cinema. Broodthaers criou o filme usando animação, traçando os traços de sua assinatura em 24 quadros de filme (um por segundo), abrindo o obturador da câmera toda vez que ele mudava ou manipulava a imagem. O artista brinca com a ideia da assinatura: tipicamente a garantia do artista quanto à conclusão e autenticidade do trabalho, aqui a assinatura é notável pela ausência de trabalho que acompanha. Este volume, formatado como um flipbook de bolso, é um companheiro perfeito e serve como interpretação do tão aclamado filme.
mafcel1marcel1

In 1970, Belgian artist and poet Marcel Broodthaers (1924–76) created several films—including Une Seconde d’Éternité d’après une idée de Charles Baudelaire, or “A Second of Eternity According to an Idea of Charles Baudelaire”—in which he updated the 19th-century poet’s ideas of creativity and narcissism for the age of cinema. Broodthaers created the film using animation, tracing the strokes of his signature on 24 frames of film (one per second), opening the camera shutter every time that he changed or manipulated the image. The artist toys with the idea of a signature: typically the artist’s guarantee of a work’s completion and authenticity, here the signature is notable for the absence of work it accompanies. This volume, formatted as a paperback flipbook, is the perfect companion to and interpretation of the acclaimed film. – Artbook

https://www.printedmatter.org/catalog/42205/

Fealdad, ordinariez y fantasía

FEALDAD, ORDINARIEZ Y FANTASÍA

Corina Arrieta
Fealdad, ordinariez y fantasía
Editora Homemade Ediciones, 2015
23,5 x 16 cm
ISBN: 978-987-33-9651-9

Fealdad, ordinariez y fantasía
 é um atlas que apresenta o maravilhoso universo arquitetônico criado para o turismo e o lazer. É uma homenagem às construções ridículas e incríveis que não só conseguem materializar nossos desejos em torno às viagens, mas que também inventam novos mundos.

https://www.bancatatui.com.br/editoras/homemade-ediciones/fealdad-ordinariez-y-fantasia/
https://concentra.com.ar/catalogo/fealdad-ordinariez-y-fantasia/

Zoológico

zoologico_aplicacao1-1852237a9d5efa73e814938349653687-640-0
Fernando Peres
Zoológico
Editora Aplicação, 2014
60 p.
21 x 17,5 cm
ISBN: 978-85-66593-02-0

Zoológico Fernando Peres na internet

 

“Pô, é só um quintal trash numa parte esquisita de Recife. Recife, Monteiro, quase Poço da Panela. Na rua do Capibar. O mais doido é que é bem dentro da cidade. Um peido e você já está no centro. São 1 ser humano, 24 gatos, 2 cachorros, 2 preás, 2 catitas albinas, 2 ratas, 2 tartarugas, 7 saguis (soltos), vários sapos e timbús.” — Fernando PeresO livro foi escolhido por Denise Gadelha entre os Melhores livros de fotografia em 2015 na revista Zum. “Este singelo livreto é extremamente intimista, tanto em sua linguagem como no método de impressão (…)“

Zoológico Fernando Peres - comprar online

https://www.bancatatui.com.br/categorias/fotografia/zoologico-fernando-peres/

Drømmer om Skov

dromer

Samy Sfoggia
Drømmer om Skov
Editora Azulejo
40 p.
18 x 23,5 cm

Composto por textos e uma série fotográfica “Samy’s dreaming about the forest”, ambos da artista visual Samy Sfoggia.
Entre linguagens, a artista cria textos e imagens que extrapolam a definição de ficção, sendo por vezes nonsense.

http://www.oazulejo.com.br/pd-230a9e-dr-mmer-om-skov-samy-sfoggia.html?ct=&p=1&s=1

La revue d’artiste

 

000016bd.jpg

 

Boivent, Marie, 1978-
La revue d’artiste:   enjeux et spécificités d’une pratique artistique/  Marie Boivent.
Rennes, Incertain Sens, c2015.
454 p. :  il. ;  22 cm.

Bibliografia
Inclui bibliografia e índice.

Assuntos
Livros de artistas — História
Arte moderna — Séc. XX-XXI — Periódicos

ISBN : 9782914291620 (broch.)