Book

This_is_the_cover_of_the_book-01-1024x683

George Brecht
Book
28 p.
21.7  x 30 cm
grampo
Offset, black-and-white
250 ex.
Editor: Moritz Küng

Published in the framework of the exhibition ‘Selección Natural – This is the Cover of the Book’ CCL – Blanquerna, Madrid
February 8 to April 9, 2017
Curated by Moritz Küng

This_is_the_cover_of_the_book-03-1024x683This_is_the_cover_of_the_book-04-1024x683

Fluxus artist George Brecht (born New York 1926 – died Cologne 2008) is one of the originators of the ‘participatory’ art movement, in which artwork can only be experienced through the active involvement of the viewer. He is also widely considered to be an important precursor to conceptual art. In his ‘Book’ he describes the specific nature of each single page, in a gesture that renders the printed matter a tautological object. Brecht originally conceived his book in 1964, but did not publish it until 1972, the year he moved to Cologne. This reprint aims to make this thought-provoking and witty artists’ book available again in an affordable version that accurately follows the original layout.

http://if-publications.org/

Anúncios

Mallarmé, The Book

Klaus Scherübel.
Mallarmé, The Book
New York, Printed Matter Inc., 2004
ISBN 0-89439-012-0

Nos últimos trinta anos de sua vida, o poeta francês Stéphane Mallarmé (1842-1889) se dedicou a um “trabalho maravilhoso”, que ele simplesmente chamou O Livro (Le Livre). Ele imaginou o livro como uma arquitetura textual-cósmica: uma estrutura extremamente flexível que iria revelar nada menos que “todas as relações existentes entre tudo.” Esta “Grande Obra”, totalmente liberta da subjetividade de seu autor e contendo a soma de todos os livros era, para Mallarmé, a essência de toda a literatura e ao mesmo tempo um livro “muito comum”. A realização deste
trabalho “puro” que planejava publicar em uma edição bestseller nunca progrediu além de sua concepção e uma análise detalhada das questões estruturais e materiais relacionadas com a publicação da obra.
Em Mallarmé, O Livro o artista Klaus Scherübel atua como editor e preservador da obra-prima esquecida de Mallarmé. Em um gesto que destaca o estatuto contraditório do livro, impossível de realizar (como um livro) e plenamente realizado (como um trabalho conceitual), Scherübel produziu uma “capa” para O Livro nas dimensões especificadas por Mallarmé mais de cem anos atrás.

http://klausscheruebel.com/

Appendices Illustrations & Notes

Terence Gower e Mónica de La Torre
Smart Art Press, 1999.
Brochura, 64 pag.
ISBN 1889195359.

Este livro de artista surreal e engraçado é uma colaboração entre o artista conceitual Terence Gower e a escritora Monica de la Torre, que criaram uma antologia de resenhas de livros sem sentido, comentários de exposições duvidosas, notas mal-humoradas de editores e cartas obsessivas dirigidas a um psiquiatra. Apresentado como um apêndice de material auxiliar para um livro fictício, os textos levam a referencialidade a um nível de absurdo borgesiano. O humor é seco e discreto, e é apenas mediante a releitura que se torna evidente a estranha linha que une os fragmentos aparentemente desconexos. Para qualquer um cujos encontros cotidianos com o discurso inclui textos crivados de jargão e tagarelice psicanalíticaAppendices, Illustrations & Notes oferece a oportunidade para uma doce vingança.

gower_Image00067.jpg

This surreal and funny artists book is a collaboration between conceptual artist Terence Gower and writer Mónica de la Torre, who have created an anthology of meaningless book-marketing blurbs, reviews of dubious exhibitions, evil-spirited notes by editors, and obsessional letters addressed to a psychiatrist. Presented as an appendix of ancillary material to a fictitious book, the texts take referentiality to a level of Borgesian absurdity. The humor is dry and understated, and it is only upon rereading that the uncanny thread uniting the seemingly found and disjointed fragments becomes apparent. For anyone whose day-to-day encounters with discourse include texts riddled with jargon and psychoanalytical babble, Appendices, Illustrations & Notes offers the opportunity for sweet revenge.

Sebo

Sebo. Livro de Fabio Morais e Marilá Dardot.

Fabio Morais e Marilá Dardot.
Sebo.
18 x 11 cm
96 p.
600 ex.

morais_Image00006.jpg

Há uma edição especial, numerada e assinada pelos dois autores, em que cada exemplar vem com um dos objetos originais, reproduzidos em fac-simile.

Sebo faz parte da caixa Arquivo, que acompanhou a exposição individual de Marilá Dardot, Sob neblina [em segredo], no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo, em 2007.

Neste livro, Marilá Dardot e Fabio Morais juntam coleções de coisas que, há anos, encontram esquecidas dentro de livros comprados em sebos. Cada página desta edição é um fac-símile frente e verso de um desses objetos achados.

Clique aqui para abrir o livro.

Clique aqui para visitar o site de Fabio Morais.

Clique aqui para visitar o site de Marilá Dardot.

Salvar